Untitled Document

ESPORTES

            Apesar de o baseball ser o mais popular no Japão, lá praticamente todos os esportes ocidentais são praticados.
Há agremiações em cidades que promovem o kendo (esgrima de bambu). O esporte mais tradicional é o sumô, cujo campeonato dura 15 dias e acontecem alternadamente em Tokyo, Nagoya, Osaka e Fukuoka. Essa luta vem sendo ritualizada há 15 séculos nas cerimônias xintoístas.
Os lutadores de sumô pesam de 120 a 160 quilos. Antes de se começar a luta, os lutadores espalham sal pelo campo de disputa como um ato ritualísitico.
Existem outras competições tradicionais, como a corrida de tora, por exemplo, que são feitas em barrancos e campos com condições adversas para dificultar o corredor a atingir a chegada. Nessas competições muitas das vezes acabam acontecendo acidentes e as pessoas se machucam com as pesadas toras que são carregadas.
Os colegiais que costumam participar de clubes esportivos, como futebol, baseball, entre outros, treinam rigorosa e quotidianamente, porque levam as competições e os campeonatos muito a sério. Inclusive há grandes chances de um bom atleta vir a se tornar realmente profissional e participar de torneios internacionais; daí o incentivo na dedicação.
Campeonatos culturais, feito meramente com o intuito de entreter o público televisivo também são realizados, como por exemplo, o da pessoa que come mais sushi em menos tempo, a pessoa que come a comida com a maior quantidade de pimenta e etc, etc.
Outra competição ocorrida com bastante clamor no Japão são as de calouros. Não é uma competição esportiva, de fato, mas merece relevância, porque revela novos talentos e é bem aclamada pelo público japonês.

Área Restrita