Untitled Document

A FORMA DESIDERATIVA

            Para expressar o “querer” em japonês, basta que se acrescente –tai à forma –masu do verbo. Se este for transitivo o objeto passa a ser indicado pela partícula ga. Por exemplo:

Nihon e ikitai desu (quero ir ao Japão)
Ichijiku-juusu ga nomitai desu (quero beber suco de figo)
Para lembrar o quanto é fácil conjugar os verbos em –tai, basta lembrar que este termina em –i e que portanto, conjugam-se da mesma maneira que os adjetivos:
Tabetaku wa arimasen (não quero comer)
Nomitakatta desu (quis beber)
Estas formas são usadas para expressar os desejos em primeira pessoa. Caso seja necessário falar da segunda ou terceira pessoa, acrescenta-se –tagaru à forma –masu do verbo, ao invés de –tai. E para a conjugação correta desta forma, lembre-se de que “tagaru” soa como se fosse um verbo do tipo I e, por tal, obedece sua lei de conjugação, mas o objeto é indicado por o, quando usado verbos transitivos, ao contrário do que acontece com os –tai (na 1ª pessoa), que os objetos são indicados por ga.
Onna no ko wa hon o yomitagatte imasu (a menina está querendo ler o livro)
Otoko no ko wa asobitagarimasen (o menino não quer brincar)

Há ainda expressões indiretas com mais três formas:
A forma –sou:
Aitasou desu ne (você aparenta como se quisesse achar)
A forma you:
Yamada san mo nomitai you desu (parece que a sra. Yamada também quer beber)
A forma to iu:
Tanaka san wa kakitai to iimashita (a srta. Tanaka disse que quer escrever)

Área Restrita